Termos técnicos de enfermagem pra mandar bem na evolução.

  • Abscesso: acúmulo de pus que se forma no interior dos tecidos do corpo.
  • Adipsia: ausência de sede.
  • Afagia: caracteriza-se pela dificuldade de realizar a deglutição (engolir) dos alimentos, sendo, em geral, causada por disfunções do organismo ou por questões psíquicas.
  • Afebril: apirético, sem febre.
  • Apneia: ato de prender a respiração, falta de movimentos respiratórios quase sempre involuntário, exemplo apneia do sono.
  • Afonia: perda total ou parcial da voz.
  • Alopecia: queda total ou parcial dos pelos e cabelos.
  • Anasarca: edema generalizado.
  • Anemia: redução dos números de hemácias.
  • Apirexia: termo que pode denominar o intervalo entre uma condição febril e não febril ou caracterizar a ausência de febre no paciente;
  • Bacteremia: condição que caracteriza a presença de bactérias na corrente sanguínea do paciente, podendo ser associada a atividades comuns (como a escovação de dentes), infecções (como infecções no trato urinário e pneumonia) e procedimentos médicos ou odontológicos.
  • Biópsia: remoção e exame de um tecido vivo.
  • Bradicardia: batida do coração lenta <60bpm.
  • Bradipneia: respiração abaixo do normal.
  • Cãibra: contração muscular, com espasmos e dolorosa.
  • Calafrio: contrações involuntárias da musculatura esquelética, apresentando tremores e bater dos dentes.
  • Cefaleia: dor de cabeça localizada.
  • Cianose: coloração azulada na pele.
  • Cisalhamento: combinação da gravidade e da superfície, que exercem forças paralelas à pele. Por exemplo, enquanto a gravidade empurra o esqueleto em um sentido, a pele permanece imóvel, fazendo força paralela. Causa a maior parte do dano observado nas úlceras de pressão. E também há o cisalhamento por trauma lesão, tecidos e órgãos, que ocorre devido à aceleração e desaceleração.
  • Clister: também conhecido como enema, trata-se de uma lavagem intestinal ou administração medicamentosa por meio de sonda retal, sendo um método bastante indicado para diagnosticar inflamação no intestino e pólipos retais.
  • Cloasma: também chamado de melasma, trata-se de manchas escuras que podem surgir no rosto das pessoas. Normalmente, aparecem em mulheres grávidas devido às modificações hormonais que acontecem nessa fase. Outro motivo é o excesso de exposição ao sol.
  • Coriza: corrimento de secreção nasal.
  • Deambular: caminhar, andar.
  • Decúbito: posição deitada.
  • Dermatite: inflamação na pele.
  • Dermatose: modo como são chamadas as doenças que afetam a pele, geralmente caracterizadas por manifestações alérgicas duradouras, com sintomas que podem envolver desde a coceira até a descamação da pele, passando pela formação de bolhas e inflamações no local.
  • Desidratação: perda exagerada de líquido no organismo.
  • Diplegia: trata-se da paralisia de duas regiões do corpo localizadas em posições simétricas. Esse termo não é muito usado, preterido pelo uso de:
  • Hemiplegia: paralasia de um dos lados do corpo.
  • Paraplegia: paralisia dos dois membros inferiores, da cintura para baixo.
  • Tetraplegia: paralisia dos quatro membros, da cervical para baixo.
  • Dispneia: dificuldade para respirar.
  • Disúria: dificuldade em urinar que pode ser acompanhada de dor.
  • Diurese: caracterizada pela produção de urina pelo rim, o termo comumente é utilizado para nomear a quantidade de secreção urinária eliminada pelo paciente em determinado período.
  • Edema: é o acúmulo anormal de água em certa parte do corpo.
  • Émese: ato de vomitar.
  • Entérico: relativo ao intestino.
  • Epistaxe: sangramento no nariz.
  • Equimose: sangue depositado por baixo dos tecidos, manchas escuras ou avermelhadas.
  • Eritema: vermelhidão na pele.
  • Fadiga: cansaço, esgotamento.
  • Flatulência: acúmulo de gases no intestino.
  • Filiforme: na medicina, é bastante associado à espessura do pulso, sendo um pulso filiforme considerado muito fraco, delgado como um fio.
  • Fissura: pequena abertura longitudinal em fenda/rachadura na superfície do corpo humano.
  • Flebite: inflamação de uma veia, processo inflamatório que acomete a parede de uma veia.
  • Flictema: pequena bolha cheia de líquido, vesícula.
  • Halitose: mau hálito.
  • Hematoma: acúmulo de sangue em um órgão ou tecido após uma hemorragia.
  • Hematúria: condição que apresenta sangue na urina, especificamente, 3 hemácias por campo no exame de sedimento urinário, o que pode deixar a urina vermelha, hemática, marrom-escuro ou descolorida.
  • Hemorragia: sangramento, escape do sangue dos vasos sanguíneos.
  • Hepatite: estado de degeneração do fígado causado por infecções virais (hepatites do tipo A, B e C), uso contínuo de medicamentos e consumo excessivo de álcool.
  • Hiperemia: cor avermelhada da pele.
  • Hiperglicemia: excesso de glicose no sangue.
  • Incisão: corte, abertura.
  • Intravenoso: associação ao interior de uma veia. Por exemplo, uma injeção intravenosa é aquela que vai diretamente na veia do paciente.
  • Isocoria: quando as duas pupilas têm a mesma dimensão, caracterizando o estado normal desse orifício situado ao centro da íris nos seres humanos.
  • Isquemia: insuficiência local de sangue.
  • Melena: como é chamada a condição, comum em pessoas que sofrem com sangramento no sistema digestivo, que afeta a coloração das fezes, deixando-as em tom preto e, em geral, com sangue visível.
  • Náusea: enjoo.
  • Necrose: morte dos tecidos localizados de uma região do corpo.
  • Nistagmo: movimento involuntário que afeta rapidamente os olhos, que se mexem de cima para baixo e de um lado para o outro, podendo impactar a visão do paciente.
  • Onicofagia: termo técnico para denominar o ato de roer as unhas e a ponta dos dedos, estejam localizados nas mãos ou nos pés.
  • Otite: inflamação no ouvido.
  • Oxidação: trata-se de uma reação química que acontece quando uma substância é combinada com oxigênio,
  • Pediculose: infestação de piolhos.
  • Poliúria: aumento da quantidade de urina.
  • Prurido: coceira.
  • Punção: ato de pungir ou puncionar aplicado, na medicina, à introdução de um instrumento (normalmente, uma agulha) em tecido vivo para retirar um líquido retido pelo organismo.
  • Ressecamento: quando associado à pele, geralmente, é causado por queda na taxa hormonal, afetando a produção de lubrificação nas mucosas.
  • Rinite: inflamação mucosa nasal.
  • Sutura: junção de órgãos ou tecidos por meio de agulha e fio.
  • Taquicardia: termo que classifica o aumento de frequência cardíaca, com mais de 100 batidas por minuto, afetando tanto as câmaras inferiores (ventrículos) quanto as câmaras superiores (átrios) do coração.
  • Taquipneia: movimentos respiratórios acelerados/frequência respiratória acima do normal.
  • Torpor: mal-estar, causado por doença específica ou induzida, associado à diminuição da sensibilidade e do movimento corporal.
  • Traqueostomia: abertura da traqueia no meio interno para o externo para passagem de ar com colocação de uma cânula.
  • Trombose: formação ou desenvolvimento de um trombo (coágulo).
  • Úlcera: lesão aberta na superfície da pele, repleta de fluido claro.
  • Urticária: erupção eritematosa da pele com prurido.
  • Vertigem: tontura, sendo caracterizada pela perda de equilíbrio corporal e, geralmente, acompanhada de outros sintomas, como suor, palidez, náuseas e zumbido.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também...

mais notícias

DIA DO QUÍMICO

O Dia do Químico é comemorado em 18 de junho. A Química é o ramo da ciência que estuda as alterações e transformações sofridas pela matéria, incluindo solo, água,

Faça Seu Login